Sustente Ecosoluções

A Amazônia tem uma vocação natural para a piscicultura. No entanto, essa cadeia produtiva é altamente dependente de proteína que compõe rações, proveniente de soja, milho ou sorgo, farinha de osso, carne ou peixe.

E se houvesse uma nova fonte de proteína, local, que facilitasse a piscicultura e outras culturas animais, e seu processo produtivo, ao mesmo tempo, ajudasse a resolver o problema da geração de resíduos sólidos na região?

Essa é a chave da atuação da Sustente Ecosoluções, empresa fundada em 2016 por Nelson Poli e Guilherme de Moraes Terra Favieri.

“A ideia surgiu há quatro anos, quando tivemos contato com projetos semelhantes desenvolvidos em outros países. A cadeia produtiva se estrutura da seguinte maneira: prestamos serviços de tratamento de resíduos orgânicos para geradores. Após dez dias, esse resíduo é transformado em biomassa, larvas e fertilizantes. Essas larvas são fornecidas para alimentação de peixes, ainda em fase de estudos”, diz Nelson Poli, da Sustente.

Incubado na Universidade Federal da Amazônia (UFAM), o negócio recolhe resíduo do restaurante universitário para pesquisa e está instalado em um viveiro, onde todo o processo acontece. O próximo passo é passar pelo processo de aceleração para acessar mercado, estruturação e entender o potencial do produto no mercado.

“O ciclo de vida da mosca é rápido e conseguimos tirar as larvas também para peixes e animais. O que uma compostagem tradicional faz em três meses, fazemos em 15 dias”, diz Nelson.

A técnica recebeu em 2014 o prêmio Professor Samuel Benchimol, um dos mais importantes da Amazônia, e seu processo produtivo permite também a comercialização de coprodutos de valor agregado alto, como o biofertilizante orgânico condicionador de solos, além de proporcionar a destinação adequada de resíduos orgânicos urbanos e agroindustriais, contribuindo com a Política Nacional de Resíduos Sólidos.

Os serviços de tratamento de resíduos serão oferecidos para cozinhas industriais, e as larvas para produtores de peixe e de outros animais, em forma de farinha ou in natura. “Nosso principal desafio é o escalonamento da produção. Para isso, estamos investindo bastante em pesquisa e desenvolvimento”, aponta Nelson.

RAIO-X

SUSTENTE ECOSOLUÇÕES

CIDADE / ESTADO

MANAUS - AM

DATA DE FUNDAÇÃO

JAN 2016

NATUREZA NEGÓCIO

SOCIEDADE LIMITADA

MODELO

B2B, B2C, B2G

TAMANHO EQUIPE

4 COLABORADORES

PATENTE

EM PROCESSO

FASE DO NEGÓCIO

PILOTO

SOBRE A EMPRESA

Possui tecnologia, empresa aberta e investimento inicial para criação da mosca soldado negra para decomposição de produtos orgânicos para gerar compostos (originários tanto dos resíduos captados com potenciais parceiros comerciais como também da própria transformação da mosca em produtos, óleos, farinhas proteicas etc).

O QUE RESOLVE

Gestão de resíduos sólidos orgânicos e alimentação alternativa para criação de aves e peixes.

IMPACTOS SOCIOAMBIENTAIS POSITIVOS

Descarte correto de resíduos sólidos, redução de emissão de metano e poluição das águas (chorume). Redução do custo de produção de peixes para pequenos produtores do estado, uma vez que 70% é ração, um dos principais gargalos.

ODS

OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

FOME ZERO E AGRICULTURA SUSTENTÁVEL

ÁGUA POTÁVEL E SANEAMENTO

INDÚSTRIA, INOVAÇÃO E INFRAESTRUTURA

CIDADES E COMUNIDADES SUSTENTÁVEIS

PRODUTO
Em fase de teste e estruturação.

RESULTADOS
É preciso entender o potencial de mercado (venda das larvas em especial). No exterior, os exemplos já praticados apresentam um mercado altamente promissor e lucrativo.

IMPACTO

SINALIZA O PROPÓSITO DO IMPACTO?

ACOMPANHA O IMPACTO?

FUNDADORES

NELSON POLI TEIXEIRA FILHO E GUILHERME DE MORAES TERRA FAVIERI

CONTATO