CEO e fundador da Onisafra é um dos “30 under 30” do GreenBiz 2020

O GreenBiz Group selecionou Macaulay Souza, CEO da Onisafra – negócio integrante do portfólio do Programa de Aceleração e Investimento de Impacto da Plataforma Parceiros da Amazônia – como um dos líderes de 2020 dos “30 under 30” (30 líderes abaixo de 30 anos), que reúne, com base em uma pesquisa global, líderes emergentes de todo o mundo em setores que estão moldando a próxima geração de negócios sustentáveis.

Os homenageados foram indicados pelos leitores do GreenBiz e selecionados pela equipe editorial do grupo, dentre centenas de indicados. A lista deste ano varia de gerentes e diretores executivos a fundadores e CEOs. Esses jovens líderes, na definição do grupo GreenBiz, estão impulsionando importantes mudanças em suas áreas de atuação. Macaulay é o único brasileiro, e também latino-americano, a figurar na lista, que reúne pessoas de sete países.

“Recebemos um número recorde de indicações para a nossa quinta edição de homenageados, o que ajudou a equipe editorial do GreenBiz a selecionar a nossa lista mais diversificada até o momento”, diz Heather Clancy, diretora editorial do GreenBiz Group. “Estou impressionada com o que esses jovens profissionais têm já realizados em suas carreiras e empolgada com o que tenho certeza de que eles contribuirão nos próximos meses e anos, especialmente à medida que o mundo tenta resolver os desafios interconectados da crise climática e da desigualdade econômica.”

Para Macaulay, ser o único brasileiro, e amazônida na lista, acaba trazendo uma relevância para a região amazônica, e não só no sentido individual. “Mostra que as pessoas que estão aqui, desenvolvendo soluções reais para a sociedade, geram um impacto real. E esse reconhecimento acaba sendo bem significativo. Eu sinto uma responsabilidade em relação a isso, ao mesmo tempo em que me sinto confortável, porque sei o trabalho que a gente vem fazendo. Todo um time da própria Onisafra, mas também pessoa ao redor que fomentam, programas, mentores, pessoas dentro do governo. Tudo isso cria um ambiente necessário para que a gente tenha esse destaque. ”

O CEO da Onisafra avalia que esse tipo de destaque internacional traz mais visibilidade para a região amazônica, proporcionando oportunidade para que outras organizações comecem a prestar atenção não só na empresa, mas em todo o ecossistema de impacto envolvido. O que, segundo ele, tem uma relevância muito grande por alavancar mais negócios de impacto positivo na Amazônia. 

Participação no Programa de Aceleração da PPA é chancela

Integrante do ciclo 2019 do Programa de Aceleração e Investimento de Impacto da PPA, Macaulay está à frente da Onisafra, negócio que busca conectar produtores da agricultura familiar e consumidor final em por meio de uma plataforma online. Atende ao mesmo tempo o consumidor final ao oferecer cestas de produtos, empresas e empreendimentos que trabalham no ramo da alimentação. E atua em Manaus e em São Paulo.

O Idesam (Instituto de Conservação e Desenvolvimento da Amazônia), coordenador do Programa de Aceleração e Investimento de Impacto da Plataforma Parceiros pela Amazônia (PPA), auxiliou Macaulay no processo de contato e entrevista realizada pelos integrantes do GreenBiz, quando foram checadas e validadas informações sobre a Onisafra e a atuação de seu CEO.

Para Macaulay, o Programa de Aceleração ajudou a sistematizar e profissionalizar todo o processo de impacto socioambiental desencadeado pelo negócio ao oferecer dinâmicas com mentores, workshops e auxiliar na preparação para captação de investimento. Somado aos mentores que a empresa já tinha e com os primeiros investidores, ele avaliar que o Programa foi essencial para a seleção pelo GreenBiz.

“Participar do Programa da PPA foi crucial para termos um certo reconhecimento, no sentido de termos passado por um programa que tem responsabilidade com as empresas do portfólio, e que já é reconhecido nacional e internacionalmente. Isso dá uma tranquilidade para todo mundo, seja investidor, outros programas de fomento ou esse caso do GreenBizz. É uma chancela de que a gente realmente segue os padrões mínimos do Programa da PPA”, analisa.

 Sobre o Programa de Aceleração

O Programa de Aceleração e Investimento de Impacto da PPA destaca-se por estar 100% dedicado ao empreendedor que atua na Amazônia, como também às demandas e realidades regionais. É liderado por um grupo de empresas da PPA, coordenado pelo Idesam (Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia) e conta com apoio estratégico e financeiro da USAID (Agência dos EUA para o Desenvolvimento Internacional), CIAT, Instituto Humanize e Fundo Vale. Considerado o melhor programa de aceleração da região norte do Brasil segundo a Anprotec, em dois anos de atuação o Programa investiu quase R$ 6 milhões em negócios amazônicos, trazendo opções customizadas e adaptadas aos diversos tipos de negócios, com diversidade de fontes (capital privado e filantrópico) e mecanismos financeiros. 

Sobre a PPA

A Plataforma Parceiros pela Amazônia (PPA) é uma plataforma de ação coletiva orgânica em expansão, liderada por empresas do setor privado cujo objetivo é desenvolver e identificar soluções inovadoras para o desenvolvimento sustentável e conservação da biodiversidade, florestas e recursos naturais da Amazônia. Atua por meio de quatro grupos temáticos (GTs): (1) Empreendedorismo, negócios sustentáveis e investimentos de impacto; (2) Bioeconomia; (3) Cadeias de Valor da Amazônia; (4) Gestão Territorial, conservação e comunidades.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *